[Coluna] De Olho na Literatura – Um pouco de cordel… por Madu G. R.

personagens-deste-universo-1

Ainda muito jovem conheci um tipo de poesia muito famosa, e que acho particularmente difícil de ser escrita. A Literatura de Cordel é uma modalidade poética que já sofreu muito preconceito pelo seu jeito despojado de ser, que a cada dia está ficando mais conhecida, atualmente sendo muito respeitada. Existindo ainda uma Academia Brasileira de Literatura de Cordel.

O que a torna cada vez mais popular é seu jeito genuíno e simples de ser escrito. Geralmente publicado em livretos.

É uma narrativa poética que nunca escapa de regras de métrica e rimas. Geralmente é utilizado neste tipo de texto a sextilha (contendo estrofes de seis versos, com versos de sete sílabas poéticas).

Um grande cordelista foi Apolônio Alves dos Santos, que nasceu em Guarabira, PB, que depois se mudou para o Rio de Janeiro no ano de 1950, onde exerceu a profissão de pedreiro, até viver da sua poesia. Seu primeiro folheto foi “MARIA CARA DE PAU E O PRÍNCIPE GREGORIANO”, publicado ainda em sua cidade de nascimento, Guarabira.

Neste gênero literário, vejo dentro de cada verso sonoridade, calmaria, paixão e de tudo que já li, os escritores tem um dom invejável, colocando no papel vida de verdade e apesar de parecer singelo sempre estão encarando um grande desafio!

Abaixo seguem algumas dicas de livros de cordel:

Memórias Póstumas de Brás Cubas (em cordel)

                                                      mem_rias_p_stumas_de_br_s_cubas_em_cordel

História de Machado de Assis que foi adaptada por Varneci Nascimento. Romance emblemático, contado por um defunto, é recontado agora em versos de cordel.

O Menino do Dinheiro em Cordel

                                                                       ee5938a2385bc885e4870664d13574ed

O Menino do Dinheiro é um personagem já presente nos livros paradidáticos. Os autores resolveram que ele iria conhecer o Nordeste, onde seus avós vivem. O Menino do Dinheiro se aventura nessa terra tão cheia de coisas bonitas e de pessoas criativas. Onde conhece o cordel e presencia um fato muito interessante…

Romeu e Julieta (em cordel)

22569529

Mais um romance adaptado para o cordel. História de William Shakespeare, adaptada por Sebastião Marinho. Conta a história do romance proibido de Romeu e Julieta. Onde acontece umas das maiores tragédias das histórias de amor genuíno.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *