[Resenha] O vento da noite, de Emily Brontë – Editora Civilização Brasileira

o-vento-da-noite-2Título:  O vento da noite – Edição Bilingue
Autor: Emily Brontë
Tradução: Lúcio Cardoso
Organização: Ésio Macedo Ribeiro
EAN: 9788520013069
Páginas: 154
Editora: Civilização Brasileira
Cortesia da editora

Compre aqui

Sinopse:

Único livro no país que reúne exclusivamente a poesia de Emily Brontë, autora de O morro dos ventos uivantes, este volume traz 33 poemas da escritora inglesa

Publicado no Brasil originalmente em 1944, como parte da primorosa Coleção Rubáiyát, da editora José Olympio, O vento da noite, traduzido por Lúcio Cardoso, retorna em edição bilíngue pela Civilização Brasileira. É uma bela oportunidade de reviver o encontro entre dois grandes nomes na literatura e de observar as especificidades que permeiam os processos de criação do autor e do tradutor – uma relação marcada pela sensibilidade, intimidade, escuta e delicadeza. A edição é organizada e apresentada por Ésio Macedo Ribeiro, organizador dos Diários, de Lúcio Cardoso. A prestigiada tradutora Denise Bottman assina o texto de orelha.

Resenha:

O vento da noite de Emily Brontë  autora do livro O morro dos ventos uivantes foi publicado no Brasil em 1944 pela Editora José Olympio e retorna como edição bilíngue em 2016  pela Editora Civilização Brasileira com tradução de um dos maiores autores brasileiros, Lúcio Cardoso.

Amantes da poesia são presenteados com a imensurável e devastadora coletânea de 33 poemas de Emily Brontë organizada com maestria pelo doutor em Literatura brasileira pela USP, escritor e bibliófilo Ésio Macedo Ribeiro.

Os poemas de Emily são sombrios com toques profundos que exprimem a inquietude da alma, sensações que se misturam com a dor, a escuridão noturna e tempestuosa, com dias invernais e sinais de morte iminente. Uma obra envolvente, profunda e melancólica. Uma das mais belas coletâneas poéticas que li até o momento. Emily traz uma carga emocional intensa, creio que seja resultado dos próprios sentimentos da autora em seu íntimo. Cada estrofe, cada rima, cada verso encontramos muito sentimentalismo, dor e saudade. Palavras e sentimentos verossímeis. Impossível largar o livro, cada poema uma emoção a mais.

Difícil definir qual destes 33 poemas gostei mais. Cada um me arrebatou de maneira diferente. Pode-se dizer que O vento da noite é um encontro harmonioso entre a autora, tradutor e leitor.  Obra que Ésio organizou com sensibilidade e encantamento.

A capa é muito bonita, páginas amarelas e papel de ótima qualidade. A edição está perfeita e refinada. No final, contamos com uma nota esclarecedora sobre a autora e tradutor.

Recomendo!

… És o vasto encanto em que se embala o universo,
Somente tu escapas à sua fascinação
A vida rebenta sem descanso de tua fronte poderosa
E sobre ti agora a morte não tem nenhum poder…

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *