[Resenha] A Santa Aliança, de A . J . Kazinski – Editora Alaúde – Selo Tordesilhas

9788584190430-altaTítulo: A Santa Aliança
Autores: A . J . Kazinsk
ISBN: 978-85-8419-044-7
Gênero: Thriller
Páginas: 488
Editora: Alaúde – Selo Tordesilhas
Cortesia da editora

Compre aqui

Sinopse:

Eva Katz tenta recomeçar a vida após o fim de sua carreira como jornalista e a morte do namorado na guerra do Afeganistão. Em seu primeiro dia de trabalho numa creche em Copenhague, ela não resiste à tentação de investigar a verdade sobre um crime relatado em um desenho infantil. Entretanto, na busca da verdade, Eva acaba mexendo com instâncias muito poderosas da sociedade dinamarquesa, e o que antes parecia um incidente isolado se revela como parte de uma rede de segredos que remontam à formação da Santa Aliança, uma coligação monárquica criada no século XIX. Este thriller eletrizante é o terceiro da dupla A. J. Kazinski, que já lançou os livros O último homem bom e O sono e a morte pela Tordesilhas.

Resenha:

A Santa Aliança é o terceiro romance da dupla de escritores dinamarqueses Anders Ronnow Klarlund e Jacob Weinreich . (A.J. Kazinsk)

Assim que terminei a leitura a única palavra que encontrei para definir este livro foi extraordinário. 

Eva Katz é uma jornalista desempregada e após a morte do noivo no Afeganistão sente-se desamparada e vazia. Tendo que recomeçar sua vida, Eva aceita um trabalho em uma creche. Mas, o que Eva não esperava era receber de um garotinho chamado Malte, filho de Helena, dama de companhia da rainha, um desenho infantil retratando um assassinato logo depois de seu tio Christian ter cometido suicídio. Intrigada com aquele desenho e sentindo não ter mais nada a perder, Eva deixa seu instinto de jornalista vir à tona e começa a investigar por conta própria o acontecimento.

O pano de fundo usado pelos autores para o desfecho desta história é Copenhague – Dinamarca. E num clima de conspiração repleto de reviravoltas e perigos envolvendo famílias reais e poderosas me vi junto de Eva buscando pistas para desvendar a ligação do desenho infantil de Malte com o suposto suicídio de Christian e o que encontramos foi muito além do que se pode imaginar…

A Santa Aliança é uma história eletrizante, ágil e instigante. Uma áurea sutil de luxo e mistério  envolve a Casal Real, onde existe somente histórias sem maiores consequências devido a escassez de informações reais. Uma realidade bem diferente da que os súditos acreditam do lado de fora dos portões do palácio. Escândalos e vícios, abuso de poder e rastros de sangue deixados ao longo da história são ignorados. Glamour e convivência com a realeza é uma espécie de moeda de troca para calar, além de um sistema sem limites para defender a monarquia contra a democracia.

A narrativa deste livro é tão envolvente e empolgante que cada página, cada capítulo se torna impossível  largar o livro. Fui levada diretamente para dentro da história. Vivenciei todo terror de Eva sendo perseguida por homens perigosos da “instituição” que na realidade é uma organização criada em 1815 chamada de Santa Aliança para servir as casas reais de toda a Europa e, admirei a sagacidade de Eva em não se deixar ser assassinada por eles. Me aventurei com Eva na visita às escondidas por corredores escuros, úmidos e lamacentos no subterrâneo do palácio, me deslumbrei com a descrição de cada canto e luxo da Casa Real. Simplesmente incrível.

Uma história bem construída com personagens pra lá de impressionantes e acontecimentos que nos deixa em dúvida entre ficção ou realidade. Reviravoltas de tirar o fôlego, daquelas de deixar o leitor tenso e prendendo a respiração em vários momentos. Mistérios, aventura, perigos e impunidade.

E nesse clima de conspiração, assassinatos, investigações, surpresas e ação, A Santa Aliança me arrebatou nas primeiras páginas e o final foi surpreendente…

Recomendo!!!  E se eu tivesse o hábito de avaliar leituras com estrelas, esta teria muito mais que cinco.

A capa é linda, incrível. Fico apaixonada pelas capa dessa editora. A edição está perfeita e impecável como sempre. A Editora Alaúde – Selo Tordesilhas está de parabéns!!! E agradeço pela oportunidade de ler livros tão incríveis como este 🙂

 

 

 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *